Os três tempos da Internet

Matéria da revista Época, via Lousa Digital:

web1.jpg

web2.jpg

web3.jpg

Advertisements

4 thoughts on “Os três tempos da Internet

  1. Talvez o termo em si (web 3.0) sejá só uma questão de modismo, hype, essas coisas. Os avanços vão acontecendo sem denominações claras. O lance não é só ter dados, textos disponíveis, mas informações úteis, relevantes e em tempo real, no celular, no painel do carro… logo, logo em algum dispotivo acoplado ao corpo ou mesmo em alguma ramificação cerebral. O processo vai gerar muito briga, etc., mas daqui a pouco vamos ter junção de inteligência artificial, biônica, etc., com biotecnologia. Proteses inteligentes, uma memória cerebral capaz de armazenar dados, como um HD. Um grande servidor capaz de enviar dados viasatélite. Dá de viajar bastante nisso. Na verdade, é isso que está em jogo pelos caras que pensam a coisa. O difícil é ir tornando as coisas acessíveis e medir o que, de fato, acaba contribuindo para a vida humana. Muita coisa é lixo, puro hype, coia de momento, dispensada depois de um ano de uso. A gente precisa é de ferramentas pra caminhar no mundo, no planeta e no universo, não para ficar sentado diante de uma máquina. É isso. Abraços
    Rogério K.

  2. Para mim essas coisas não passam de rótulo e como americanos adoram rotular coisas, então é isso. Não há consenso sobre o que seria web 2.0. YouTube ? Wikipédia ? WordPress ? Tags ? Não há a mínima necessidade de definir o que é web 2.0 e web 2.5 ou web 3.0. é tudo falácia

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s