Dia do jornalista

Consta que hoje é o dia do Jornalista no Brasil.

Mais informações aqui no Itu.com.br, jornal que lança um desafio para sua rede colaborativa de leitores: descobrir mais informações sobre o Dia do Jornalista.

24 de janeiroData do padroeiro da profissão, São Francisco de Sales (bispo e doutor da
Igreja Católica) para homenagear os profissionais do jornalismo.

29 de janeiro – a data, de longe, mais citada nos calendários comemorativos brasileiros mas, ao mesmo tempo, a que menos tem referências à sua criação. As informações vão desde uma homenagem ao jornalista e abolicionista José do Patrocínio (que teria falecido, nesta data, em 1905) até sendo uma data exclusivamente católica.

16 de fevereiro – Dia do Repórter.

07 de abrilfoi instituído pela Associação Brasileira de Imprensa em homenagem a João Batista Líbero Badaró, médico e jornalista, que morreu assassinado por inimigos políticos, em São Paulo, em 22 de novembro de 1830.

O movimento popular gerado por sua morte levou à abdicação de D. Pedro I, no dia 7 de abril de 1831. Um século depois, em 1931, em homenagem a esse acontecimento, o dia 7 de abril foi instituído como o “Dia do Jornalista”.

03 de maiopode ser considerado o Dia do Jornalista por ser a data da Liberdade de Imprensa, decretada pela ONU em 1993.

01 de junho – Dia da Imprensa que durante 192 anos foi comemorado, erroneamente, em 10 de setembro (atribuía-se à Gazeta do Rio de Janeiro, jornal oficial do Império, ser o primeiro jornal brasileiro). No Brasil, a Imprensa surge em 1808, quando passou a circular, em 1º de junho, o “Correio Braziliense”, editado em Londres por Hipólito José da Costa Pereira Furtado de Mendonça.

E quanto ao dia mundial? Levando em conta o maior número de pessoas comemorando, o dia 8 de novembro seria o dia oficial, em que 1,3 bilhões de chineses comemoram a data. Nos EUA, o dia do jornalista é comemorado em 8 de agosto e mais datas surgem em pesquisas em outros países. ”

Advertisements

5 thoughts on “Dia do jornalista

  1. Muitas datas para a minha mente bombardeada de informações factuais diariamente. É… pensando bem adoraríamos se uma pelo menos fosse feriado e que nenhum jornalista trabalhasse, imaginem o caos nacional, só então perceberiam a importância que temos.

  2. Para um bom jornalista, não há dia, nem hora.
    Há pressa em dar a informação correta, como a do ocorrido, hoje. A chamada “Tragédia do Realego, no RJ.
    Parabéns aos profissionais que se importam por fatos importantes e tem a coragem de trabalhar sobre a pressão emocional que os mesmos geram.
    Um abraço, Daniel Bertocchi.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s