O balanço dos dez anos

Os últimos dias foram maravilhosamente agitados. Tivemos aqui na Universidade do Minho, em Braga, Portugal, as Jornadas dos Dez Anos de Jornalismo Digital, uma iniciativa dos pesquisadores do Mediascópio e do (agora oficialmente anunciado) Ciberlab.

Foi fantástico ajudar a organizar um evento sobre a minha área de estudo e pesquisa. Ainda mais em um país estrangeiro, e ao lado de colegas e professores da Uminho que tanto admiro. Vale lembrar que coordenação de todo o evento esteve a cargo de Luís Santos (Atrium).

Muito bom mesmo rever colegas como Ramón Salaverría, Rosental Calmon Alves e Rogério Santos. Ótimo encontrar aquelas pessoas que apenas conhecia de “vista” no ciberespaço — como Hélder Bastos e António Granado. E interessante trocar figurinha com outros professores, jornalistas e estudantes (aliás, Daniel, bom ver uma comitiva da Universidade do Porto presente no auditório, giríssimo).

O blog que criamos para o evento foi uma idéia que deu certo. Cumpriu o seu papel de informar, de prestar um bom serviço aos usuários e — esta é parte que mais gosto — de colocar as pessoas em contato umas com as outras. A partir deste canal de comunicação acabei conhecendo outros blogs, como o recém-lançado On-Off, um blog “de três olhares” sobre a comunicação.

Foi uma surpresa ver como a mídia portuguesa repercutiu as jornadas. Saíram matérias no Diário de Notícias, Público, Correio da Manhã e Jornal de Notícias, além de alguma peça televisiva na RTP (vide aqui). Acho apenas que a mídia “bobeou” relativamente ao anúncio do novo mestrado da UMinho. na área do audiovisual e multimídia. O assunto poderia ter sido melhor aproveitado.

Nesta terça-feira, devem ser publicados no Observatório da Imprensa alguns textos que eu e Sérgio Denicoli escrevemos sobre as jornadas. Quando sair, volto aqui e insiro os links. Seguem os links: 1. “A internet e o declínio dos jornais” e 2. Entrevista que fiz com Ramón Salaverría sobre seu novo livro, o Redacción periodística en internet.

Sobre os dez anos de jornalismo digital, propriamente ditos, o que tenho para dizer é simples, rápido e quase um pedido: passada a adrenalida do arranque (1995-1999), superados os deslumbramentos com a Internet (1999-2001) , e depois da retração do pós-2001, não vamos ficar agora muito mais tempo nesta chata fase blasé, onde tudo parece mais do mesmo, pois não? Andiamo!, como diriam os carcamanos.

Advertisements

3 thoughts on “O balanço dos dez anos

  1. Daniela, Foi, de facto, um momento importante no jornalismo digital português. Com todas as fragilidades e com todas as contradições.E foi também um momento definidor para o jovem Ciberlab que assim se sente mais motivado para os trabalhos que se seguem.Obrigado Daniela e obrigado Sérgio – pela ajuda, pela presença e por terem escolhido fazer da “nossa” casa também a “vossa”.luis santos

  2. O Luís disse quase tudo.Ao ler o post da Dani recordei um mail que lhe enderecei a partir de Barcelona, no início da Primavera de 2004, ainda ela estava na ECA-USP trabalhando. Estava já aí o embrião do Ciberlab. Com muito carinho, vamos ver se a criança cresce e se aprende com aqueles que já fizeram caminho, para que possa fazer o seu próprio trajecto.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s