A pirâmide invertida no ciberjornalismo

Lembram daquele debate todo que ocorreu neste blog em torno da adoção ou do abandono da pirâmide invertida no ciberjornalismo? (Refresquem a memória aqui). Pois é. O assunto virou artigo científico pelas mãos de Fernando Zamith, colega de Mestrado na Universidade do Minho (Portugal). O texto “Pirâmide invertida na cibernotícia: argumentos pró e contra” está disponível aqui.

P.S. E a repercussão deste post está aqui no Comunique-se.

Advertisements

4 thoughts on “A pirâmide invertida no ciberjornalismo

  1. O melhor seria dizer “a pirâmide em textos online”, ou “em textos na Web”. A internet tem muito pouco de cibernética.

  2. Olá Daniela,gostei muito do artigo. Mas acho essa discussão um pouco como a conversa sobre o sexo dos anjos. No fundo, independente do meio, o que fazemos é jornalismo. E como jornalistas temos que ter a consciência de que nossos textos têm que ser os mais concisos e eficazes. Num meio como a Internet, onde tudo chama a atenção, creio que a pirâmide invertida é mais do que necessária. Mas não obrigatória. O que vale é a eficácia da informação, qualquer que seja a técnica.Abs,n.f

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s