NÓS OS MENSAGEIROS “Portador de mensagem, o men…

NÓS OS MENSAGEIROS

“Portador de mensagem, o mensageiro aparece… mas deve também desaparecer ou anular-se para que o destinatário compreenda a comunicação do expedidor, e não o enviado. Se este assume muita importância, desvia o canal de transmissão em seu proveito. Podemos compreender a queda e o pecado dos Anjos, intermediários normalmente fiéis, pelo funcionamento perfeito ou não, mau ou bom, da mensageiria”.

Trecho de Max Ernst, originalmente publicado em “A Queda de um Anjo”, de 1922, e reproduzido no livro “A Lenda dos Anjos”, de Michel Serres (Ed Aleph, SP, 1995). A obra foi indicada pela Profa. Beth Saad para inspirar uma boa discussão, durante a sua aula na ECA/USP, sobre o perfil e o papel do comunicador nos meios digitais de informação e comunicação.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s